O Cidadão do Céu


Salmos 15

1 Senhor, quem habitará no teu tabernáculo? Quem morará no teu santo monte? 2 Aquele que anda em sinceridade, e pratica a justiça, e fala verazmente segundo o seu coração; 3 aquele que não difama com a sua língua, nem faz mal ao seu próximo, nem aceita nenhuma afronta contra o seu próximo; 4 aquele a cujos olhos o réprobo é desprezado; mas honra os que temem ao Senhor; aquele que, mesmo que jure com dano seu, não muda. 5 Aquele que não empresta o seu dinheiro com usura, nem recebe subornos contra o inocente; quem faz isto nunca será abalado.”

No versículo 1 o salmista pergunta a Deus quem habitará a casa de Deus, quem poderá estar em sua presença. E a resposta não poderia ser mais fantástica. Pois o texto nos diz que habitará a casa de Deus aquele que anda em sinceridade, que pratica a justiça e que fala a verdade com o seu coração. Que não difama, não faz o mal ao próximo nem lança injúria. Ele reprova os que merecem desprezo, mas honra os que temem ao Senhor. Mantém sua palavra ainda que seja prejudicado e não empresta o seu dinheiro visando algum lucro e nem aceita o suborno.

Esse texto nos dá um grandíssimo tapa na cara. Pois sejamos realistas.... Quem cumpre todos esse requisitos? Quem é sempre constante em sua prática? O texto nos mostra uma verdade irrefutável da incompetência humana em alcançar o padrão divino. Mas graças ao nosso Pai,o Cristo nos reconcilia com Deus:

Rm 5.10

“Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.”

e nos chama a liberdade do pecado:

Gl 5.1/13-14

“Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão.” “Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor. Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo.”

ao relacionamento com o pai e a renovação do nosso ser por meio do projeto original de Deus para nós:

Gn 1.26a - 2.7

“E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança...” “E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.”

E sabe do que mais? Se ele nos libertou do julgo do pecado, por meio de Cristo somos reconciliados com Deus e somos nova criatura:

2Co 5.17

“Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.”

Ele nos dá total condição de buscar a Ele e ao seu padrão divino por gratidão e bom temor ao seu Nome e essência. Louvemos ao Senhor pois por meio de Jesus somos chamados a morar com o Pai e participar da ceia do Senhor no Reino dos Céus. Amém!

Mt. 26.29

“E digo-vos que, desde agora, não beberei deste fruto da vide, até aquele dia em que o beba novo convosco no reino de meu Pai.”

Por: David de Oliveira Braia - Seminarista Presbiteriano

Outros Artigos
Celebrando a Páscoa

Celebrando a Páscoa

Havia cerca de 400 anos em que o povo hebreu vivia entre os egípcios, num regime de escravidão, absorvendo os costumes e cultuando os deuses de um povo politeísta, idólatra e até mesmo, com práticas ocultistas...

Sal sofrimento e satisfação

Sal sofrimento e satisfação

Com tudo o que temos visto e ouvido ultimamente, integridade, honestidade, honradez e caráter parecem palavras em extinção no nosso vocabulário...

Como será o futuro do nosso país?

Como será o futuro do nosso país?

Com tudo o que temos visto e ouvido ultimamente, integridade, honestidade, honradez e caráter parecem palavras em extinção no nosso vocabulário...